The best cryptoskills of 2020 in terms of trading

The best cryptoskills of 2020 in terms of trading

  • The BTC share price surpassed its former historical high on December 1, 2020.
  • The winner in terms of annual earnings is the AAVE token.
  • The BAND and OCEAN tokens have fallen below their structure.

The year 2020 was marked by a considerable increase in a number of cryptomoney schemes, some well-known and some less so. Bitcoin (BTC) set a new record on 1 December, which it surpassed on the weekend of 27 December, while several small altcoins reached their highest level in August.

The year 2020 has been a very interesting year for traders active in the world of cryptography. It began with a Crypto Wealth a relatively stable movement in the form of a gradual increase. This created an upward bias, as the BTC made several attempts to surpass its 2019 peak of $13,880.

However, this was not a real sign of things to come, as everything changed in early March. Potentially fuelled by the negative news from the fallout from the coronavirus pandemic, the BTC fell sharply along with the rest of the market.

The picture below shows the price of S&P 500 (orange), BTC (green) and oil (blue) in March, the month in which their values evaporated by 37%, 54% and 57% respectively.

BTC Price Movement

On March 12, the BTC fell by 39% in one day, the largest percentage drop in history. The next day, the price reached its lowest level of the year at $3,850. It is interesting to note that this is still the lowest price of the year, as the BTC has since experienced an absolutely massive rise.

On December 1, the BTC hit a new record high of $19,918, but has since surpassed it several times, reaching a high of $28,377 on December 27. On 28 December, the BTC was up 280% year-to-date, trading at $27,000 compared to $7,200 on 1 January.

The outlook for cryptomoney for the year 2021 is resolutely bullish, both technically and fundamentally. Institutional interest is increasing considerably, as evidenced by the building up of stocks of cryptomoney by the Grayscale Investment Trust.

Cryptocurrencies with the highest gains

In this article, we will look at the five pieces that increased the most during the year. Only coins ranked in the top 100 by market capitalization will be considered, and increases will be rounded up to the next whole number.

Here are the top five and their growth rates:

  • AAVE (x50)
  • KSM (x39)
  • BAND (x27)
  • Celsius (x16)
  • OCEAN (x10)

As a point of reference, the BTC has increased by about 2.4 times during the year, at the time of writing. The measurement period starts as soon as coins are listed on a major exchange, so some coins such as YFI and YFII are not included.

A Babel Finance está deixando as empresas de mineração Crypto utilizarem máquinas como garantia de empréstimo

Asian Startup Offering Machine-Backed Loans to Bitcoin Miners

A Babel Finance está agora facilitando a vida dos mineiros de bitcoin (BTC) e outros participantes do mercado de criptografia. A empresa sediada em Hong Kong está agora aceitando máquinas de mineração dos mineiros de bitcoin como garantia para empréstimos em dólares, de acordo com relatórios de 12 de janeiro de 2021.

Máquinas para empréstimos em USD

A Babel Finance, um provedor de serviços financeiros em moeda criptográfica sediado em Hong Kong que afirma estar focado na construção de uma infra-estrutura financeira sustentável para o espaço criptográfico e facilitar o acesso do joe médio ao produto financeiro em moeda criptográfica, lançou um novo serviço projetado para facilitar a vida dos mineiros de bitcoin.

Por fontes próximas ao assunto, os mineiros de bitcoin (BTC) interessados em obter empréstimos em USD da Babel Finance podem agora colocar suas máquinas de mineração como garantia. Notavelmente, a relação empréstimo/valor dos empréstimos é de apenas 30%, em vez dos 160% que a empresa normalmente cobra. Isto porque toda a criptografia minerada através da máquina usada como garantia estará sob a custódia da Babel até que o minerador reembolse os fundos emprestados.

Bitcoin tem estado em uma corrida séria desde o final de 2020, e o valor do criptograma da bandeira mundial tem continuado a crescer este ano. Durante os mercados de touro, os mineiros tendem a se esconder de suas moedas recém cunhadas em uma tentativa de obter o máximo lucro quando os preços disparam.

E sem vender as moedas cunhadas, o acesso ao dinheiro para pagar as despesas diárias se torna uma tarefa hercúlea. Entretanto, com a ajuda da Babel Finance, os mineiros podem agora comer seu bolo e ainda tê-lo!

Comentando a oferta inovadora da empresa, disse o diretor administrativo de serviços financeiros da Lei Tong Babel:

„As máquinas de mineração são o maior patrimônio dos mineiros de bitcoin. Após a queda de preços de 12 de março de 2020, eles realmente queriam manter o maior número possível de moedas. Colocar suas máquinas como uma hipoteca é uma maneira muito melhor para eles obterem empréstimos versus usar bitcoin (BTC)“.

Progresso Firmetido

Lançada em junho de 2020, a Babel Finance diz que seu principal objetivo é ajudar os mineiros chineses a competir com as grandes empresas do mundo ocidental que têm o poder de comprar máquinas sofisticadas.

Para tornar o negócio um enorme sucesso, a Babel uniu forças com alguns pesos pesados no espaço criptográfico, incluindo Spark Pool, uma piscina de mineração ETH líder, F2Pool, uma das maiores piscinas de mineração de bitcoin, e vários outros participantes do mercado de criptografia.

A empresa afirma ter acumulado empréstimos de máquinas no valor de US$ 22 milhões desde seu lançamento no ano passado, representando 5% de seus US$ 450 milhões em empréstimos pendentes. No futuro próximo, a Babel pretende permitir que os mineiros usem suas máquinas para se protegerem contra a volatilidade negativa dos preços.

A volatilidade dos preços criptográficos no início do ano parece estar fazendo com que os investidores do fundo de moeda criptográfica desconfiem, pois o influxo de capital para o setor tem experimentado um declínio maciço. O mercado de moeda virtual viu um pico repentino para atingir uma valorização de US$ 1 trilhão antes de um enorme retrace que viu „moedas“ caírem significativamente de seus altos preços.

Fundos Crypto fazem a gagueira começar em 2021

De acordo com a Reuters na segunda-feira (11 de janeiro de 2021), os dados da gerente de ativos criptográficos Coinshares mostram que o fluxo de investimentos em moeda criptográfica sofreu um declínio na primeira semana de janeiro de 2021. O montante investido pelos investidores na primeira semana foi de cerca de US$ 29 milhões.

O valor é um declínio acentuado em relação ao recorde estabelecido durante a semana anterior ao Natal. Na época, a entrada de investimentos em moeda criptográfica registrou US$ 1,09 bilhão.

Enquanto na primeira semana de janeiro houve um declínio no investimento em criptografia, o ativo total sob gestão (AUM) atingiu um máximo histórico (ATH) de mais de US$ 34 bilhões a partir de 8 de janeiro. Este valor é uma melhoria em relação ao recorde de 2019, que foi de US$ 2 bilhões.

Falando sobre o recente mergulho no preço do Bitcoin, Edward Moya, analista sênior de mercado na filial de Nova Iorque da empresa de comércio forex OANDA, disse:

„Os mergulhos do mercado de ursos e a volatilidade excessiva são agentes poderosos que afugentam os não-iniciados. Mas somos iniciados e gostaríamos de salientar que isto era de se esperar e que já vimos um declínio de quase 20% no início da semana passada“.

Os fundos criptográficos experimentaram um crescimento significativo dos investimentos no passado, especialmente em 2019, quando o AUM total aumentou em 100%. No entanto, muitos desses fundos são freqüentemente capturados por oscilações selvagens de preços, sendo que a mais recente ocorreu na quinta-feira negra em meados de março de 2020.

O bitcoin quebrou pela primeira vez em 2017 ATH em dezembro de 2020, e desde então, o preço BTC atingiu vários marcos. O navio-estandarte crypto-asset estabeleceu uma nova ATH de mais de $40.000 em janeiro.

Entretanto, o rally de touros foi recentemente perfurado por uma queda de 28%. Enquanto a maioria dos analistas de criptografia tem especulado sobre o motivo da queda, o fundador da Synthetix, Kain Warwick, acredita que a queda do preço do BTC pode ser resultado de uma longa espera excessiva.

Enquanto isso, algumas pessoas vêem a correção dos preços como um movimento saudável e bem-vindo.

Perché gli altcoin possono essere indipendenti

Perché gli altcoin possono essere indipendenti da Bitcoin nel 2021

La stagione alt del 2017 è stata un accessorio dell’encierro di Bitcoin. Una volta che il prezzo della Bitcoin è salito a un nuovo triestino, gli investimenti hanno iniziato a piovere per i progetti Altcoin. Questo significava che non c’era molta indipendenza nei Crypto Engine raduni di altcoin. Inoltre, i top BTC a breve termine sono stati seguiti dai rally Altcoin, poiché gli investimenti sono entrati e usciti più velocemente, in Altcoin. Tuttavia, nel 2021, la situazione è cambiata.

I top altcoin Ethereum erano stati in testa con il lancio del ETH 2.0 e un rally dei prezzi a $1300, quindi la crescente capitalizzazione di mercato e l’elevato OI nei futures dei ETH ha portato al rally, guidato dall’Ethereum. La maggior parte degli altcoin nella top 10, sulla base dei dati di CoinMarketCap, ha registrato guadagni a due cifre. Altcoins come Stellar Lumens e Cardano hanno registrato guadagni a due cifre, per lo più indipendenti dal rally dei prezzi di Bitcoin e dal suo tempismo. Negli ultimi due trimestri del 2020, la correlazione degli altcoin con il Bitcoin è diminuita, tuttavia, il rally dei prezzi è continuato per la maggior parte.

Chiamate questo comportamento irrazionale o indipendenza da Bitcoin, questa stagione alt è diversa da tutte quelle che abbiamo visto finora

In questa stagione alt, i progetti DeFi hanno fatto grandi passi avanti, con un flusso di investimenti elevato per 30,17k BTC. Anche se la TVL di DeFi in Bitcoin è diminuita, il guadagno nei progetti DeFi non è legato al rally dei prezzi di Bitcoin. I guadagni registrati dai progetti top altcoin hanno cambiato il portafoglio dei trader retail nell’ultimo trimestre. Il dominio di Bitcoin è aumentato al 68%, ed è probabile che possa aumentare fino al 70% in futuro, o anche di più. La crescente dominanza di Bitcoin rappresenta una minaccia per il flusso di investimenti degli altcoin e prima che ciò accada, la stagione degli alt può fermarsi bruscamente. La correlazione degli altcoin top con il Bitcoin è scesa dal rally dei prezzi del Bitcoin, la correlazione negli ultimi sette giorni può essere vista qui sotto.

La correlazione dei primi 10 altcoin con Bitcoin è molto più alta se confrontata con gli altri sulla base dei dati di CoinMarketCap. C’è un aumento della correlazione poiché i rendimenti sono più alti, tuttavia, la stagione corrente è quasi indipendente dal Bitcoin e questo la rende diversa da quella del 2017.